Polícia encontra menina de 4 anos que estava desaparecida dentro de um carro na floresta em Riverside (Alabama, EUA)

Uma menininha de apenas 4 anos de idade, chamada Heidi Renae Todd, estava terrivelmente assustada quando foi encontrada dentro de um carro no interior de um local de mata fechada em Riverside, Alabama (EUA). Rick Oliver, chefe da polícia local, aproximou-se com cuidado e avistou-a ao lado de alguém que parecia estar dormindo. Ele imediatamente confrontou o homem, que foi pego de surpresa, e deixou a menina ser levada por Rick, mas conseguiu escapar, deixando a criança e toda a família completamente traumatizadas.

Tudo começou a quase 650 km dali, em outro estado, num lugar chamado Johns Island, a maior ilha da Carolina do Sul (EUA). O primeiro sinal de que havia algo de errado foi quando a mãe da menina não foi buscar duas de suas outras filhas na escola. Os gestores de lá ficaram imediatamente alarmados e ligaram para a polícia, que foi até a casa da família para verificar o que poderia estar acontecendo. Lamentavelmente, a cena que eles encontraram foi das piores. A mãe havia sido brutalmente espancada por um homem que havia também raptado Heidi. No dia do sequestro, o pai, que é membro da Guarda Costeira, estava fazendo um treinamento em outro local.

apost.com

A mulher foi rapidamente levada para o hospital para ser tratada, e as buscas por Heidi começaram, porém, sem muito sucesso, pois o sequestrador tinha sido rápido em fugir e dirigir para longe dali. Sem ter ideia do que estava acontecendo, dois funcionários da empresa ferroviária Norfolk Southern Railway ajudaram a pôr um fim no sofrimento da menina ao entrar em contato com a polícia local sobre um carro que estava estacionado em uma área arborizada, longe de qualquer estrada. Foi quando Rick resolveu investigar e salvou a menina, embora também não estivesse sabendo da situação da família naquele momento, de acordo com o site de notícias locais do estado do Alabama Al.com.

Agora que a menina estava segura, a polícia podia se concentrar em capturar o sequestrador, e, felizmente, isso não demorou muito. O homem já havia cruzado mais uma fronteira estadual, tendo sido detido no Mississípi. Ele era um criminoso condenado, que havia cumprido pena e saído da prisão apenas algumas semanas antes.

Em Johns Island e toda a área ao redor, o sentimento foi de alívio quando a menina retornou para casa e o criminoso pego. Em Riverside, Rick disse que salvar Heidi foi o ponto alto de sua carreira, já de décadas. "O bom Deus me levou até aquele lugar", disse ele ao Al.com. Não se sabe se o criminoso tinha alguma ligação com a família da menina, nem se o crime foi direcionado especificamente a eles ou apenas fruto do acaso.

O que você achou dessa triste história com um final feliz? Conte pra gente nos comentários e compartilhe com seus amigos e familiares.