Mulher que teve seu assento reclinado socado diversas vezes por passageiro insatisfeito conta sua versão da história

Wendi Williams estava voando de Nova Orleans para Charlotte, na Carolina do Norte, quando ela teve sua interação com esse passageiro cujo o nome não foi revelado. Voltando para a casa de uma conferência de professores, Wendi reclinou seu assento apenas para ser pedida pelo passageiro barbudo que colocasse seu assento na posição vertical novamente. A partir desse momento, ele começou não apenas a socar, mas também a bater na parte de trás de seu assento.

A reação de um passageiro com uma mulher que reclinou seu assento em um avião acendeu uma grande discussão na internet sobre quem estava errado.

O homem disse que quando ela reclinou seu assento, ela estava impedindo-o de se alimentar. Falando com repórteres da Fox and Friends, Wendi disse que ela fez como o homem pediu e voltou seu assento para a posição vertical. Cerca de 10 minutos mais tarde, quando Wendi notou que ele havia acabado de comer, ela mais uma vez reclinou o assento. Foi então que o homem teve aquela reação, como dito pelo The Dallas Morning News.

apost.com

Depois que Wendi reclinou seu assento uma segunda vez, o passageiro atrás dela começou a dar socos e sacudir o assento dela. Nesse momento, Wendi começou a gravar o incidente em seu telefone. Falando com a Inside Edition no vídeo abaixo, Wendi disse que o passageiro estava batendo no seu assento tão forte, que ela sentiu os golpes várias vezes.

A professora ainda diz que ela tem vértebras fundidas, e por isso precisava reclinar seu assento um pouco para se sentar confortavelmente. Em certo momento durante o vídeo, o passageiro pergunta a Wendi, "Qual é o seu problema?" Enquanto Wendi responde que não tem nenhum.

Wendi logo se voltou para uma comissária para pedir ajuda para ficou chocada ao descobrir que os comissários do avião haviam ficado do lado do passageiro que estava cansando-a todo aquele desconforto. Wendi ficou com mais raiva ainda quando a comissária a deu uma notificação de distúrbio de passageiro e a ameaçou remover do avião.

Depois da aterrizagem, Wendi postou seu vídeo do confronto em sua rede social, onde ele se tornou um viral e deu início a um acalorado debate sobre qual dos passageiros estava certo. Muitos ficaram do lado de Wendi, argumentando que é completamente o direito dela de reclinar ou não seu assento.

Outros não tão empáticos com a situação dela, argumentaram que ela estava violando o espaço do homem ao reclinar seu assento.

O que você acha da história de Wendi? Você acha que estava tudo bem se ela reclinasse o assento ou ela fez errado? Você acha que é razoável para as companhias aéreas esperar que os passageiros lidem com tal problema de falta de espaço? Conta pra gente nos comentários abaixo, e compartilhe esse artigo com seus amigos e familiares para que eles também deem suas opiniões.