Ligre, um híbrido entre leão e tigre chamado Hercules pesa 418 quilos e é o maior felino do mundo seguindo o Guinness

Ao longo da história, novas espécies aparecem e desaparecem, e outras às vezes se cruzam, mas este último acontece mais frequentemente quando há intervenção humana.

Uma reserva de vida selvagem na Carolina do Sul apresentou ao undo o maior felino do mundo, chamado de Ligre, que é uma cruza entre um leão e um tigre. A nova espécie assemelha-se ao agora extinto tigre dentes-de-sabre em tamanho e agilidade, embora seja improvável que essa raça venha a existir fora de um zoológico.

O Myrtle Beach Safari é um pequeno zoológico administrado por um time entre pai e filho e oferece aos visitantes um encontro bem próximo com a vida selvagem. Hercules, o ligre, foi nomeado como o maior felino do mundo, segundo o Guiness Book of World Records.

Hercules pesa 418 quilos e tem um sobrinho, Apollo, que já pesa cerca de 300 quilos. Tanto Hercules quanto Apollo são ligres brancos e ambos nasceram em cativeiro.

apost.com

A única maneira de criar um ligre é fazendo uma cruza de um leão branco macho com uma tigresa fêmea branca. Ambos os animais já seriam raros por si só, pois é necessário uma consanguinidade e a maioria dos filhotes nascem com defeitos genéticos que impedem a sobrevivência.

A Associação de Zoológicos e Aquários estabeleceu práticas comumente aceitáveis de procriação e é contra criações que conduzam a ligres e leões e tigres brancos.

Ainda assim, o Myrtle Beach Safari diz que pratica uma procriação segura e que preserva uma espécia que foi primariamente encontrada na natureza. Além disso, eles legam que os cuidados oferecido aos ligres e aos outros felinos faz do lugar o lar perfeito para eles.

Detalhes sobre a manutenção necessária para Hercules incluem o fato de que esse felino come mais de nove quilos de carne de boi ou frango todos os dias, uma quantidade necessária para que o animal fique em excelentes condições de percorrer o seu território no zoológicos.

Embora o zoológico não indique se vai continuar seu programa de procriação ou não, eles atualmente tem leões e tigres necessário para criar mais ligres no futuro. As complicações de saúde e genética que os filhotes podem encarar é desconhecida no momento pois não existem muitos exemplares para se estudar na natureza hoje em dia.

Myrtle Beach Safari promete continuar seus esforços para preservar e defender as grandes espécies felinas em sua instituição. Você acha que criar novas espécies é necessário para ajudar na conservação das espécies de leões e tigres?