Esposa não permite que o pai conheça filha após ele faltar ao parto por estar a traindo com sua ex

Set 15, 2021 by apost team

Ninguém nunca quer sentir que está em segundo lugar, especialmente quando deveria ser a prioridade máxima de alguém. Para uma mulher no Reddit, ela batalhou para aceitar o fato de que seu marido ainda era amigo de sua ex-namorada chamada Anna. Embora ela não tenha se sentindo incomodada pela amizade deles no início, ele fez algo tão irreparável ao relacionamento deles que ela nunca mais pôde confiar nele.

Foi em agosto de 2020, quando a esposa estava grávida de sua primeira bebê do marido. Ela já tinha ultrapassado sua data de nascimento e era esperado que ela desse à luz a qualquer momento. No entanto, Anna havia ligado para o marido dela no meio da noite em certa ocasião porque havia ocorrido um terrível acidente envolvendo seu irmão. O marido imediatamente saiu correndo pela porta para ficar ao lado dela.

Quando a esposa começou a ter contrações pela manhã, seu marido não estava em lugar nenhum. Felizmente, ela chegou ao hospital a tempo de dar à luz uma menina feliz e saudável com seu marido fora de cena. A esposa estava tão furiosa com o fato de seu marido ter perdido o nascimento de sua filha, por ter estado com sua ex, que ela nem mesmo permitiu que ele visse a bebê deles até o dia seguinte.

Desde então, a esposa tem lutado tanto para descobrir o quão envolvido ela quer que o marido esteja na vida da filha, e se ela quer continuar ao lado dele, que ela foi até Reddit para tentar obter algumas respostas. Continue lendo para descobrir que aconteceu com o relacionamento deles.

istockphoto.com/FatCamera

Começando pela sua postgem no Reddit, a pessoa que originalmente postou a história, a OP, explicou que ela nunca teve problemas com a amizade entre seu marido com sua ex-namorada até o dia em que ela deu à luz. O irmão de Anna havia sofrido um acidente de carro e estava em sérias condições, mas felizmente ele estava no caminho da boa recuperação. Antes de saber disso, o marido da OP tinha corrido para o hospital para estar presente e dar apoio emocional a Anna, conduzindo-a no processo, já que ela estava muito assustada. Algumas horas se passaram antes que a OP começasse a ter contrações. Ela ligou para seu marido repetidamente, mas ele nunca atendeu. Finalmente ela ligou para o próprio pai, que acabou levando-a ao hospital.

"Eu estava com tanto medo de dar à luz sozinha desde que eu tive cerca de 3 abortos e 1 natimorto", disse a OP. Infelizmente, ela teve que fazer exatamente isso, já que seu marido nunca apareceu e seu pai não estava na sala de parto no momento em que o bebê nasceu. Quando o pai da OP finalmente conseguiu contato, já era tarde demais para o marido dela chegar a tempo de ver o nascimento da filha. Felizmente, tudo correu bem para a OP e ela deu à luz uma linda garotinha.

A OP continuou: "Bem, meu marido tomou isso como 'ele já fez asneira, então não importa quando ele vai aparecer agora', então quando ele finalmente chegou, nossa filha tinha cerca de 5 horas de idade e eu já tinha se mudado para a maternidade." A OP se recusou a deixá-lo ver a bebê deles até o dia seguinte, e disse a ele que ela estava planejando se divorciar dele já que ele tinha decidido passar um tempo com sua ex ao invés de estar lá para o nascimento de sua filha.

apost.com

istockphotos.com/praetorianphoto

Desculpando-se por seu comportamento, o marido explicou que o irmão de Anna estava em condições críticas, e que ele ainda precisava de apoio, apesar de ter seus pais lá. A OP já tinha ouvido o suficiente. "Eu disse a ele que eu não me importava e que sua filha já tinha ficado em segundo lugar e tudo o que ela fez foi nascer," disse ela. Mesmo que a OP quisesse colocar ela e sua filha em primeiro lugar na saúde mental, ela não podia deixar de se sentir mal por estar privando sua filha de ter um pai em tempo integral.

Vários usuários de Reddit concordaram que a OP não estava errada por estar chateada com seu marido, mas precisava de mais informações sobre a situação. Após várias edições do seu post original, a OP revelou ainda mais detalhes sobre a sua situação atual. Ela havia permitido que seu marido passasse um tempo com sua bebê no dia em que ela teve alta do hospital. Ele também teria conseguido voltar a tempo para o nascimento de sua filha se ele tivesse saído depois de descobrir que o irmão de Anna havia recuperado a consciência.

Em uma reviravolta chocante, a OP decidiu que prosseguiria com o divórcio e pediria a custódia total de sua filha. Depois de procurar o irmão de Anna para ver como ele estava se recuperando, ela descobriu que seu marido e Anna haviam se reencontrado. Isso aconteceu quando a OP ainda estava grávida. Seu marido disse que ele cometeu um "erro," mas foi um erro que a OP não conseguiu perdoar. "Eu não quero que minha bebê cresça como seu pai ou Anna", disse a OP. "Ele pode ser um pai divertido ou o que quer que seja que ele queira ser"

istockphotos.com/FG Trade

Você acha que esta esposa estava certa em não permitir que seu marido visse sua bebê? O que você acha da desculpa dele por não estar presente para o nascimento de sua filha? Conta pra gente, e compartilhe com seus amigos e familiares.

Role abaixo para mais histórias interessantes