Equipe de hospital canta "Amazing Grace" para garotinha no seu caminho para se tornar uma doadora de órgãos

Uma família em Iowa recentemente perdeu a filha de um ano. No entanto, a família pode se consolar com o fato de que a vida da menininha deles salvou a vida de duas outras crianças e um adulto.

Meagan Sobolik e seu marido Paul foram muito corajosos em compartilhar com o mundo o vídeo do momento em que a filha deles foi levada para a sala de cirurgia para doar os órgãos que salvariam a vida de outras pessoas. Cora foi declarada com morte cerebral pelos médicos no dia anterior, depois que seu pequeno corpo não conseguiu combater um vírus.

apost.com

O vídeo mostra os funcionários do hospital se alinhando nos corredores enquanto a criança era levada para a sala de cirurgia. Alguns cantaram "Amazing Grace" em homenagem a Coralynn. Meagan sussurrou suavemente no ouvido da filha. Ela lhe disse que a menina estava a caminho de salvar três vidas. Ela também disse à filha que a amaria para sempre.

Coralynn começou a ter problemas respiratórios no dia 19 de abril. Este foi o primeiro sinal da doença. A família Sobolik levou a filha para o hospital Cresco Medical em Iowa, mas os médicos pensaram que seria mais provável que ela recebesse a ajuda que precisava em Rochester, Minnesota, na Clínica Mayo

A Clínica Mayo estava a aproximadamente uma hora de distância e Coralynn teve que ser sedada e intubada antes que pudesse ser transferida. Durante o procedimento, o coração dela parou de bater. A equipe médica do Cresco levou 25 minutos para reiniciar o coração da jovem. Depois ela foi transportada para o Minnesota.

Os médicos em Rochester disseram à família que o coração da menina estava bem. Para a consternação deles, no entanto, Coralynn sofreu danos cerebrais. O prognóstico era sombrio. Era improvável que ela acordasse e, se acordasse, não seria a mesma Coralynn de antes.

As coisas pioraram mais tarde naquela noite. O cérebro de Coralynn começou a inchar e uma tomografia foi conclusiva: a pequena Coralynn não voltaria. Coralynn Sobolik foi declarada morta em 21 de abril.

"Quando soubemos que ela nunca mais acordaria e que tinha ido embora mentalmente, sabíamos que ela gostaria que seus órgãos ajudassem pessoas necessitadas", disse Meagan Sobolik à revistaPeople.

Quando eles perceberam que ela não voltaria mentalmente, sabiam que gostariam que os seus órgãos ajudassem pessoas que precisavam deles. Meagan diz que sua razão para filmar os momentos que antecederam o procedimento foi para mostrar para aqueles membros da família que não puderam comparecer.

O coração de Coralynn salvou um menino de um ano e seu fígado foi dado a uma menina de um ano. O rim de Coralynn foi usado para salvar a vida de uma mulher de 41 anos.

"Embora Coralynn fosse tão jovem, ela causou um grande impacto no mundo", diz seu obituário.

Como essa história fez você se sentir? Você ficou comovido com o gesto da família Sobolik? Conte para a gente nos comentários e não deixe de compartilhar este artigo para que a história de Coralynn continue viva!