Cavalo selvagem beija homem que o libertou de suas amarras

Existe algo simplesmente majestoso nos cavalos. Talvez seja a maneira suave e poderosa que eles correm, ou a emoção que as pessoas têm ao sentir o vento jogando seus cabelos para trás quando estão em uma sela. Seja como for, temos um vínculo único com nossos amigos equinos.

Esse vínculo não é unilateral, como ficou bem claro quando Ovidiu Rosu, um veterinário da ONG protetora dos animais Four Paws, salvou um cavalo selvagem de um cruel acorrentamento e foi recompensado por seus esforços com um beijo. Essa história, filmada em 2016, mostra como até mesmo os mais selvagens dos cavalos inspiram grande amor e respeito de tantas pessoas.

Se você visitar a região de Delta Danube, em Letea, Romênia, você pode avistar cavalos selvagens cavalgando por toda a área rural. Como o The Guardian reporta, lá existem cerca de 4,000 cavalos selvagens vagando livremente pela selva. Eles proporcionam uma vista única, pois estão entre os últimos de sua espécie na Europa. Em Letea, eles são fonte de grande controvérsia. Muitas pessoas estão preocupadas com o impacto dessas criaturas no ecossistema devido ao fato de que sua população está crescendo de maneira constante. Ainda assim, esses lindos animais são sujeitados a cruéis tratamentos por alguns moradores.

De acordo com o The Express, Ovidiu Rosu estava trabalhando para a sua equipe da Four Paws quando ele avistou um cavalo selvagem preso de maneira cruel, algo comum de se ver em Letea. Rosu notou que as pernas dianteiras do cavalo estavam acorrentadas juntas para que ele não pudesse galopar para longe. É sabido que esse tipo de acorrentamento deixa os cavalos muito desconfortáveis e cria restrições muito maldosas. Rosu queria ajudar, mas precisava de um plano.

apost.com

Rosu sabia que se aproximar de um cavalo selvagem e tentar remover as correntes poderia ser perigoso, tanto pra ele quando para o animal. Era bem possível que o cavalo tentasse correr conforme ele se aproximasse, e isso poderia causar sérios ferimentos. Existia também a chance de Rosu ser atacado por um cavalo assustado.

O veterinário da Four Paws sabia que precisava que o cavalo ficasse calmo para que ele pudesse remover as amarras. Ele decidiu lhe dar um tiro com uma pistola de tranquilizante. Depois de ter sucesso em tranquilizar o animal, Rosu agiu rápido. Ele cobriu os olhos do cavalo preso para que ele ficasse calmo enquanto era libertado, como disse o Express. Outro cavalo ficou observando Rosu resgatando seu amigo equino.

Com o cavalo dominado, Rosu avaliou a sua situação. Os tornozelos do animal estavam acorrentados juntos. Estava claro que ele estava sendo alvo de um abate. Usando um par de alicates, Rosu logo tratou de remover as correntes, e enquanto isso, mais amigos cavalos se reuniam para vê-lo trabalhar. Eventualmente, o veterinário obteve êxito em libertar o cavalo.

Depois de algum tempo, o cavalo despertou de seu estupor e a equipe da Four Paws descobriu o seu rosto. A equipe, incluindo Rosu, ajudou o cavalo a ficar de pé e Rosu foi visto com gratidão por seus esforços, sendo recompensado com um beijo de seu novo amigo equino! Com tudo o que está acontecendo no mundo hoje em dia, é muito legal ver alguém tirando um tempo para praticar algum altruísmo e ajudar um animal necessitado. E isso eventualmente nos lembra de que mesmo em meio a todo o caos, ainda existe bondade e compaixão no mundo.

Você também ama os animais? A história de Rosu e do cavalo selvagem te inspirou? Compartilhe essa história de bondade e compaixão com todos os seus amigos e familiares que estejam precisando de ler uma história que lhes farão se sentir bem hoje. Conta pra gente nos comentários, qual a sua opinião e como essa história te impactou!