Cachorro morre 15 minutos depois que seu dono de 25 anos perde uma longa batalha contra o câncer

Qualquer um que tenha um cachorro sabe que o laço afetivo entre uma pessoa e seu animalzinho é uma das forças mais poderosas que existe. Quando alguém perde seu cãozinho, a dor pode ser tão grande quanto a de perder um membro da família. Quando um cão perde o dono, às vezes ele também perde a razão de viver.

Stuart Hutchison era um britânico de 25 anos que era conhecido por ser um pessoa extremamente amorosa e gentil. Ele era um amante dos animais e tinha três cachorros. Infelizmente, este jovem estava lutando contra um tumor cerebral inoperável. Depois de oito anos de quimioterapia e outros tratamentos, Stuart acabou não resistindo à sua doença, relata a revista People.

apost.com

Embora Stuart amasse todos os seus cachorros, ele tinha uma ligação muito especial com seu bulldog francês, Nero. Os dois eram inseparáveis, e 15 minutos depois do Stuart falecer, Nero seguiu o mesmo caminho.

"Nero era o cachorro que estava sempre com ele", disse a mãe do Stuart, Fiona Conaghan, em entrevista à People.

istockphoto.com/urbazon

Stuart e Nero deixaram para trás pessoas e cachorros que os amavam muito. Stuart deixou uma esposa, Danielle, com quem estava casado há apenas um ano. Os outros dois cãezinhos do casal, Nala e Amelia, eram a companheira e o filhote do Nero, respectivamente.

Stuart também deixou sua mãe, Fiona Conaghan, de 52 anos, que cuidou do filho em tempo integral nos meses que antecederam sua morte. Fiona disse que embora eles soubessem que o fim estava próximo, a dor de perder um filho é imensurável, de acordo com a People.

istockphotos.com/Capuski

Nero tinha apenas dois anos quando faleceu. Embora recentemente ele tenha passado por um problema de saúde relacionado a sua coluna vertebral, sua saúde no geral estava boa. Isso levou alguns amigos e familiares de Stuart e Danielle a acreditar que talvez não tenha sido uma doença física que causou a morte de Nero. Talvez ele não tenha aguentado viver sem o seu melhor amigo.

Embora ninguém saiba o que nos espera após a morte, gostaríamos de acreditar que Nero e Stuart estão juntos novamente.

Essa história prova que o laço afetivo entre as pessoas e seus animais pode ser tão forte quanto os laços que unem os humanos uns aos outros.

Você tem um animalzinho com quem compartilha um laço afetivo especial? Compartilhe essa história com todos seus conhecidos que também amam os animais e conte abaixo nos comentários como é sua ligação com seu animal.