A companhia aérea não permitiu que o pai e seu recém-nascido embarcassem no avião, então uma mulher idosa se ofereceu para levá-los para a sua casa

Todos os pais sabem como é difícil viajar com os filhos. Os recém-nascidos não são exceção.

Os pais precisam ter certeza de que têm entretenimento à mão, refrescos e lanches. Um pai também precisa saber como garantir que os seus filhos se comportem no banco de trás.

istockphotos.com/romrodinka

Viajar de avião é outro pesadelo para os pais. A viagem de avião é bastante estressante por si só, mas quando um bebê está envolvido, o estresse é aumentado em 10 vezes. Em um avião, você não precisa lidar apenas com seu filho. Você tem que lidar com outros passageiros quando seu filho inevitavelmente os deixa com raiva.

Um pai de Ohio descobriu em primeira mão o estresse de viajar com uma criança em um avião. De acordo com as notícias da ABC, Rubin Swift recebeu recentemente a custódia de sua filha, então ele voou de Ohio para o Arizona para buscá-la.

Quando organizou o voo, ele entrou em contato com as companhias aéreas, assegurando que tinha a papelada necessária para trazer a criança de volta. Apesar dos seus esforços, a companhia aérea não deixou que ele e a filha entrassem no avião.

apost.com

Naturalmente, Swift pediu o reembolso do seu dinheiro, mas a companhia aérea disse que levaria sete dias para ele ser reembolsado. A companhia aérea também lhe disse que uma criança precisa ter pelo menos 7 dias de idade para poder voar nos seus aviões. Isso deixou Swift e sua filha presos no Arizona sem dinheiro, carro ou lugar para ficar.

Felizmente, Joy Ringhofer veio ao seu socorro. Joy foi a enfermeira do bebê durante os primeiros dias de vida da criança. Ela criou laços com a menina antes mesmo do pai conhecer o bebê. Ela convidou Swift e sua filha para sua casa, onde eles ficaram até poderem voar de volta para casa.

Swift prometeu manter contato com Joy, até mesmo prometendo trazer a criança de volta para vê-la algum dia. O pai e a filha acabaram conseguindo voar de volta para Ohio para começarem a vida juntos.

Swift disse ao Inside Edition:

"Não esperava que ela dissesse: 'Vou te buscar e levar para casa', Então, fiquei pensando: "Ela vai me levar de volta a Cleveland? Mas ela me trouxe para a casa dela, me deu comida e assegurou que o meu bebê estava bem."

Assista a história no vídeo abaixo:

Todo mundo adora ver atos de bondade entre estranhos. A história de Joy Ringhofer e Rubin Swift certamente colocará um sorriso no rosto de todos os seus amigos. Não se esqueça de compartilhar com eles essa história emocionante. Pode ser exatamente o que eles precisam para melhorar o humor.